Marina Almeida
Logo Marina Almeida Strategy 360

Na dinâmica do teu negócio, analisar o equilíbrio entre planeamento e execução é uma prática fundamental, que deve fazer parte do teu dia-a-dia de forma contínua e constante ao longo de todo o ano. Adiar esta avaliação para o último trimestre é um erro que deves ao máximo evitar. 

Como proprietário de um negócio, deves estar sempre preparado, com processos bem delineados e uma compreensão clara dos números. Isso implica teres uma projeção do plano de negócios para o próximo ano, levando em consideração possíveis desvios em relação ao plano atual e o impacto destes na projeção para o ano seguinte. Idealmente, deverás ter o plano de negócios do próximo ano fechado antes do final do último trimestre.

Ao longo do ano, é essencial que monitorizes de perto a evolução e cumprimento dos objetivos financeiros, metas de clientes, eficiência de processos e aprendizagem no seio da organização. Esta monitorização constante permite-te identificar desvios e implementar ações concretas para os corrigir, assegurando que o teu negócio permanece no rumo certo.

É essencial que compreendas a natureza dos desvios e a sua extensão em caso de não cumprimento das metas estabelecidas – uma tarefa facilitada pela mensurabilidade e especificidade dos objetivos. Ao analisares as razões subjacentes aos desvios, sejam eles negativos ou positivos, obténs insights valiosos para avaliar a execução do plano atual e aprimorar a formulação de objetivos futuros.

Quando os objetivos são largamente ultrapassados, é importante avaliar se foste demasiadamente conservador nas tuas previsões e se isso pode estar a contribuir para o desempenho acima das expectativas. Compreender as razões por trás dos desvios, sejam eles positivos ou negativos, faz parte de um processo de aprendizagem contínuo que enriquece o teu negócio.

As razões para os desvios podem ter origem interna, como mudanças na estrutura da organização, rotatividade excessiva nas equipas ou modificações no plano original ao longo do ano. 

Da mesma forma, fatores externos, como mudanças no comportamento dos consumidores ou nas condições do mercado, podem também desempenhar um papel significativo nos desvios observados.

Esta prática de análise contínua deve ser implementada de forma consistente e não apenas no final do ano para responder às urgências do fecho de contas. Portanto, é essencial estabelecer processos bem definidos que garantam uma monitorização contínua, fundamental para garantir o alcance dos objetivos delineados.

Além disso, a análise contínua capacita a empresa a responder aos desvios de maneira ágil e eficaz, minimizando o seu impacto e permitindo a implementação de ações corretivas. Quando esta prática é negligenciada em detrimento de uma revisão anual, as opções de correção são limitadas e podem resultar em perdas significativas.

Com o final do ano e o último trimestre a aproximar-se, é imperativo que te dediques a esta análise. E que repenses a tua estratégia para o próximo ano, para garantir que o acompanhamento acontecerá ao longo dos 12 meses.   

Se o fizeste, é tempo de olhar com atenção para os números e definir uma estratégia para reagir a eventuais desvios. A análise contínua é essencial para a sustentabilidade e crescimento do teu negócio. Por isso não tenhas receio de investir tempo e recursos nesse processo. Ele vai fazer toda a diferença nos teus resultados, nos teus lucros e na resiliência do teu negócio no longo prazo.

Marina

• Sobre •

Olá, o meu nome é Marina.
Gosto de criar e delinear com base na meta a atingir. A orientação por resultados faz parte de mim, e a celebração das conquistas é essencial!

Quer receber as melhores dicas para o seu negócio?

Deixe aqui o seu melhor e-mail e faça parte das mais de 6000 pessoas que acompanham as minhas partilhas e estão a crescer os seus negócios.
BeMotion Digital © 2022 MARINA ALMEIDA - ALL RIGHTS RESERVED / Termos e Condições /  LEIA A NOSSA POLÍTICA DE PRIVACIDADE